sexta-feira, 31 de outubro de 2014

CURANDO OS ENFERMOS



A paz do Senhor Jesus Cristo!

Gostaria de compartilhar com vocês uma ministração que fiz na Escola da Fé aqui no Ministério Ouvir e Crer de Samambaia – DF: “CURANDO OS ENFERMOS”, e para ser honesto, informo que uma das minhas fontes de inspiração foi baseada no livro: “CURANDO OS ENFERMOS”, de Charles e Frances Hunter.

Gostaria de enfatizar no texto abaixo, somente um dos sinais descritos que acompanham todo aquele que crer nas palavras de Jesus: “SE IMPUSEREM AS MÃOS SOBRE ENFERMOS, ELES FICARÃO CURADOS”.

(Mc 16:15-20) E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. 16 Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado. 17 ESTES SINAIS HÃO DE ACOMPANHAR AQUELES QUE CRÊEM: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas; 18 pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal;. 19 SE IMPUSEREM AS MÃOS SOBRE ENFERMOS, ELES FICARÃO CURADOS. De fato, o Senhor Jesus, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à destra de Deus. 20 E eles, tendo partido, pregaram em toda parte, cooperando com eles o Senhor e confirmando a palavra por meio de sinais, que se seguiam.

Jesus nos garante que alguns sinais acontecerão se apenas decidirmos a crer no que ele disse: “Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem...” 

Se crermos, veremos as pessoas sendo libertas de espíritos demoníacos. Se crermos, podemos falar novas línguas (línguas estranhas). SE CRERMOS, VAMOS IMPOR AS MÃOS SOBRE OS ENFERMOS E ELES FICARÃO CURADOS.

Temos que ter em mente que Deus é o nosso cooperador (v. 20), e ele é quem confirma a palavra por meio de sinais que irão nos seguir, portanto, não retroceda, vá!

O PRÓPRIO SENHOR JESUS NOS DEU EXEMPLO CURANDO OS ENFERMOS ATRAVÉS DA IMPOSIÇÃO DAS MÃOS, COMO ESTÁ ESCRITO NOS TEXTOS ABAIXO:

(Mc 6:5) - Não pôde fazer ali nenhum milagre, senão curar uns poucos enfermos, impondo-lhes as mãos.

(Mc 8:23-25) - Jesus, tomando o cego pela mão, levou-o para fora da aldeia e, aplicando-lhe saliva aos olhos e impondo-lhe as mãos, perguntou-lhe: Vês alguma coisa? Este, recobrando a vista, respondeu: Vejo os homens, porque como árvores os vejo, andando. Então, novamente lhe pôs as mãos nos olhos, e ele, passando a ver claramente, ficou restabelecido; e tudo distinguia de modo perfeito.

(Lc 4:40) - Ao pôr do sol, todos os que tinham enfermos de diferentes moléstias lhos traziam; e ele os curava, impondo as mãos sobre cada um.

(Lc 13:11-13) - E veio ali uma mulher possessa de um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos; andava ela encurvada, sem de modo algum poder endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade;  e, impondo-lhe as mãos, ela imediatamente se endireitou e dava glória a Deus.

O APÓSTOLO PAULO TAMBÉM CURAVA OS ENFERMOS ATRAVÉS DA IMPOSIÇÃO DAS MÃOS:

(At 28:8) - Aconteceu achar-se enfermo de disenteria, ardendo em febre, o pai de Públio. PAULO foi visitá-lo, e, orando, impôs-lhe as mãos, e o curou.

AGORA, EM OUTROS EXEMPLOS, JESUS CURAVA OS ENFERMOS ATRAVÉS DE TOQUES, OU SEJA, TOCANDO NAS PESSOAS:

(Mt 8:2-3) - E eis que um leproso, tendo-se aproximado, adorou-o, dizendo: Senhor, se quiseres, podes purificar-me. E Jesus, estendendo a mão, tocou-lhe, dizendo: Quero, fica limpo! E imediatamente ele ficou limpo da sua lepra.

(Lc 22:50-51) - Um deles feriu o servo do sumo sacerdote e cortou-lhe a orelha direita. Mas Jesus acudiu, dizendo: Deixai, basta. E, tocando-lhe a orelha, o curou.

(Mt 9:28-30) - Tendo ele entrado em casa, aproximaram-se os cegos, e Jesus lhes perguntou: Credes que eu posso fazer isso? Responderam-lhe: Sim, Senhor! Então, lhes tocou os olhos, dizendo: Faça-se-vos conforme a vossa fé. E abriram-se-lhes os olhos.

ALÉM DE TOCAR AS PESSOAS DOENTES, JESUS TAMBÉM DAVA UMA ORDEM, UM COMANDO, UMA PALAVRA, TAIS COMO:

ABRE-TE!
QUERO, FICA LIMPO!
ESTÁS LIVRE DA TUA ENFERMIDADE!
FAÇA-SE-VOS CONFORME A VOSSA FÉ...

Tudo isto conforme o que está escrito nos textos abaixo:

(Mc 7:32-35) - Então, lhe trouxeram um surdo e gago e lhe suplicaram que impusesse as mãos sobre ele. Jesus, tirando-o da multidão, à parte, pôs-lhe os dedos nos ouvidos e lhe tocou a língua com saliva; depois, erguendo os olhos ao céu, suspirou E DISSE: EFATÁ! QUE QUER DIZER: ABRE-TE! Abriram-se-lhe os ouvidos, e logo se lhe soltou o empecilho da língua, e falava desembaraçadamente.

(Mt 8:2-3) - E eis que um leproso, tendo-se aproximado, adorou-o, dizendo: Senhor, se quiseres, podes purificar-me. E Jesus, estendendo a mão, tocou-lhe, DIZENDO: QUERO, FICA LIMPO! E imediatamente ele ficou limpo da sua lepra.

(Lc 13:11-13) - E veio ali uma mulher possessa de um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos; andava ela encurvada, sem de modo algum poder endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a e disse-lhe: Mulher, ESTÁS LIVRE DA TUA ENFERMIDADE;  e, impondo-lhe as mãos, ela imediatamente se endireitou e dava glória a Deus.

(Mt 9:28-30) - Tendo ele entrado em casa, aproximaram-se os cegos, e Jesus lhes perguntou: Credes que eu posso fazer isso? Responderam-lhe: Sim, Senhor! Então, lhes tocou os olhos, DIZENDO: FAÇA-SE-VOS CONFORME A VOSSA FÉ. E abriram-se-lhes os olhos. 

ÀS VEZES, JESUS DAVA APENAS UMA ORDEM, UM COMANDO E CURAVA OS ENFERMOS:

(Mc 2:10-12) Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados — disse ao paralítico: EU TE MANDO: Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa. Então, ele se levantou e, no mesmo instante, tomando o leito, retirou-se à vista de todos, a ponto de se admirarem todos e darem glória a Deus, dizendo: Jamais vimos coisa assim!

(Mc 10:46-52) - E foram para Jericó. Quando ele saía de Jericó, juntamente com os discípulos e numerosa multidão, Bartimeu, cego mendigo, filho de Timeu, estava assentado à beira do caminho e, ouvindo que era Jesus, o Nazareno, pôs-se a clamar: Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim! E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele cada vez gritava mais: Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Parou Jesus e disse: Chamai-o. Chamaram, então, o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, ele te chama. Lançando de si a capa, levantou-se de um salto e foi ter com Jesus. Perguntou-lhe Jesus: Que queres que eu te faça? Respondeu o cego: Mestre, que eu torne a ver. Então, Jesus lhe disse: VAI, a tua fé te salvou. E imediatamente tornou a ver e seguia a Jesus estrada fora.

OS DISCÍPULOS FAZIAM O MESMO...

(At 9:32-34) - Passando Pedro por toda parte, desceu também aos santos que habitavam em Lida. Encontrou ali certo homem, chamado Enéias, que havia oito anos jazia de cama, pois era paralítico. disse-lhe Pedro: Enéias, Jesus Cristo te cura! LEVANTA-TE E ARRUMA O TEU LEITO. Ele, imediatamente, se levantou.

(At 14:8-10) - Em Listra, costumava estar assentado certo homem aleijado, paralítico desde o seu nascimento, o qual jamais pudera andar. Esse homem ouviu falar PAULO, que, fixando nele os olhos e vendo que possuía fé para ser curado, disse-lhe em alta voz: APRUMA-TE DIREITO SOBRE OS PÉS! Ele saltou e andava.

PEDRO DEU UMA ORDEM OU COMANDO E LEVANTOU O HOMEM ENFERMO TOMANDO-O PELA MÃO:

(At 3:1-8) - Pedro e João subiam ao templo para a oração da hora nona. Era levado um homem, coxo de nascença, o qual punham diariamente à porta do templo chamada Formosa, para pedir esmola aos que entravam. Vendo ele a Pedro e João, que iam entrar no templo, implorava que lhe dessem uma esmola. Pedro, fitando-o, juntamente com João, disse: Olha para nós. Ele os olhava atentamente, esperando receber alguma coisa. Pedro, porém, LHE DISSE: Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, ANDA! E, TOMANDO-O PELA MÃO DIREITA, O LEVANTOU; imediatamente, os seus pés e tornozelos se firmaram; de um salto se pôs em pé, passou a andar e entrou com eles no templo, saltando e louvando a Deus.

AGORA OUÇA ISTO:

Podemos dar uma ordem e estimular o enfermo a realizar uma ação de fé tipo: ESTENDA A SUA MÃO, DOBRE OS SEUS JOELHOS, LEVANTE OS SEUS BRAÇOS, LEVANTA-TE DESTA CADEIRA DE RODAS, TAPE UM DOS OUVIDOS, ANDE, SE ABAIXE...

Isto é para MIM, para VOCÊ e para TODO AQUELE QUE CRÊ, pois Jesus disse: 

“SE IMPUSEREM AS MÃOS SOBRE ENFERMOS, ELES FICARÃO CURADOS” 


e: 


“porque em verdade vos digo que qualquer que DISSER a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará AQUILO QUE DIZ, TUDO O QUE DISSER LHE SERÁ FEITO.” (Mc 11:23)

TANTO JESUS COMO OS DISCÍPULOS TAMBÉM CURAVAM OS ENFERMOS APENAS COM UMA ORDEM, COM UMA PALAVRA:

(Mt 12:9-13) -  Tendo Jesus partido dali, entrou na sinagoga deles. Achava-se ali um homem que tinha uma das mãos ressequida; e eles, então, com o intuito de acusá-lo, perguntaram a Jesus: É lícito curar no sábado? Ao que lhes respondeu: Qual dentre vós será o homem que, tendo uma ovelha, e, num sábado, esta cair numa cova, não fará todo o esforço, tirando-a dali? Ora, quanto mais vale um homem que uma ovelha? Logo, é lícito, nos sábados, fazer o bem. ENTÃO, DISSE AO HOMEM: ESTENDE A MÃO. ESTENDEU-A, e ela ficou sã como a outra.

(Mc 2:10-12) - Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados — disse ao paralítico: EU TE MANDO: Levanta-te, TOMA o teu leito E VAI para tua casa. Então, ele se levantou e, no mesmo instante, tomando o leito, retirou-se à vista de todos, a ponto de se admirarem todos e darem glória a Deus, dizendo: Jamais vimos coisa assim!

(At 9:32-34) - Passando Pedro por toda parte, desceu também aos santos que habitavam em Lida. Encontrou ali certo homem, chamado Enéias, que havia oito anos jazia de cama, pois era paralítico. disse-lhe Pedro: Enéias, Jesus Cristo te cura! LEVANTA-TE E ARRUMA O TEU LEITO. Ele, imediatamente, se levantou.

(At 14:8-10) - Em Listra, costumava estar assentado certo homem aleijado, paralítico desde o seu nascimento, o qual jamais pudera andar. Esse homem ouviu falar Paulo, que, fixando nele os olhos e vendo que possuía fé para ser curado, DISSE-LHE EM ALTA VOZ: APRUMA-TE DIREITO SOBRE OS PÉS! Ele saltou e andava.

Igreja, não há limites para a operação do espírito santo na cura divina. Podemos impor as mãos sobre os enfermos; podemos impor as mãos e dar ordens à enfermidade; podemos apenas dar ordens sobre a enfermidade; podemos apenas tocar no enfermo; podemos dar ordens e estimular o enfermo a realizar uma ação de fé tipo: ESTENDA A SUA MÃO, DOBRE OS SEU JOELHOS, LEVANTE OS SEUS BRAÇOS, LEVANTA-TE DESTA CADEIRA DE RODAS, TAPE UM DOS OUVIDOS, ANDE, SE ABAIXE...

Não há limites para Deus e a Sua Palavra, não há uma regra, temos que colocar em prática a palavra crendo que a cura ou o milagre irá acontecer. Creia que a palavra irá funcionar e o milagre irá acontecer!

Que esta palavra se cumpra na sua vida e ministério em o Nome de Jesus!

Pr. Isaias Barbosa
Ministério Ouvir e Crer de Samambaia - DF

sábado, 2 de agosto de 2014

Arrependimento de Obras Mortas

            Antes do Senhor Jesus se manifestar ao mundo, Deus estava preparando um caminho, e o caminho seria apresentado por um homem chamado João Batista.
           
Foi profetizado a respeito de João Batista as seguintes palavras:

            “Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais, o Anjo da Aliança, a quem vós desejais; eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Ml 3.1)

 “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.” (Is 40:3)

            O caminho para o povo se encontrar com o Senhor Jesus foi apresentado por João Batista e o caminho apresentado foi o arrependimento.

            O cumprimento da profecia do profeta Isaías e Malaquias foi descrita no Evangelho Segundo Marcos da seguinte forma:

            “Princípio do evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. Conforme está escrito na profecia de Isaías: Eis aí envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho; voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas; apareceu João Batista no deserto, pregando batismo de arrependimento para remissão de pecados.  Saíam a ter com ele toda a província da Judéia e todos os habitantes de Jerusalém; e, confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão.”  (Mc 1:1-6)

            O Arrependimento de Obras Mortas é um dos Princípios Elementares da Doutrina de Cristo. É onde tudo começa.

            O Escritor aos Hebreus disse:

“Por isso, pondo de parte os princípios elementares da doutrina de Cristo, deixemo-nos levar para o que é perfeito, não lançando, de novo, a base do arrependimento de obras mortas e da fé em Deus, o ensino de batismos e da imposição de mãos, da ressurreição dos mortos e do juízo eterno.” (Hb 6:1-2)

            Com base no texto acima, as Doutrinas Básicas da Bíblia São:

1.      Arrependimento de obras mortas;
2.      Fé em Deus;
3.      O ensino de Batismos
4.      O ensino da imposição de mãos;
5.      O ensino da ressurreição dos mortos;
6.      Juízo eterno.

Agora, dando continuidade sobre o Arrependimento das Obras Mortas, este assunto deveria ser a prioridade da igreja para aqueles que ainda não tiveram uma experiência com Deus e para a edificação dos novos convertidos, pois:

- JOÃO BATISTA iniciou o seu ministério pregando o arrependimento (Mt 3:1-8);
- JESUS também iniciou o seu ministério pregando o arrependimento (Mt 4:17);
- OS DOZE APÓSTOLOS saíram curando enfermos, expulsando demônios e pregaram o arrependimento (Mc 6:7-13)
- PEDRO pregou no dia de Pentecoste “arrependei-vos” (At 2:38).
- PAULO visava o arrependimento (At 17:30, At 20:17-21).

            O arrependimento não é:

- A Tristeza do mundo
A “tristeza do mundo” é, simplesmente, tristeza por ter sido apanhado no pecado, ou remorso, como Judas, mas, não é arrependimento pelo pecado cometido.        A tristeza do mundo produz morte. (2 Coríntios 7:10)

- Ser religioso
Os fariseus, os saduceus e os sacerdotes nos dias de Cristo eram extremamente religiosos, no entanto, Jesus os chamou de hipócritas. João Batista os exortou a produzir os frutos do arrependimento (3:7-12).

Para servirmos ao Deus vivo, devemos nos arrepender das “obras mortas” (Hebreus 9.14).

O que significa arrependimento?

A palavra arrependimento é a tradução da palavra grega “metanoia” que    significa “mudança de mente”, em relação ao pecado, a Deus e ao próximo. Uma expressão que exemplifica muito bem essa palavra é “dar meia volta”. Quem dá meia volta, irá em direção oposta à que vinha antes do arrependimento acontecer (Efésios 4.25-29).

A queda produziu no homem uma mente que se rebelou contra Deus.

O arrependimento reverte isso. O arrependimento nos leva de volta para Deus, para a comunhão, para a renúncia, para a reconciliação.

Deus é quem nos conduz ao arrependimento, como está escrito: “Ou desprezas a riqueza de sua bondade, e tolerância, e longanimidade, ignorando que a bondade Deus é que te conduz ao arrependimento?” (Romanos 2:4)

            Quais são os frutos do arrependimento?

O arrependimento muda nossa raiz, nossa natureza e, consequentemente, nosso fruto (Mateus 3.8). João Batista chamava isto de “fruto digno do arrependimento”.

Os frutos do arrependimento se evidenciam em: 
- Tristeza segundo Deus pelo pecado (2 Coríntios 7.9-11).
- Confissão do pecado (Salmo 32.5; 1 João 1.9).
- Renúncia do pecado (Provérbios 28.13).
- Ódio e nojo pelo pecado (Ezequiel 36.31).
- Restituição, quando for possível (Levítico 6.1-7; Lucas 19.8; 16.1-10). 

Sem a manifestação destes frutos, não há arrependimento genuíno de acordo com a Palavra de Deus.

O arrependimento é diferente do remorso

Arrependimento é mudar de ideia, mudança de mente, voltar atrás, mudar de direção de atitude. O arrependimento não é baseado em emoções, é uma decisão.

A parábola do filho pródigo é um ótimo exemplo para ilustrar o arrependimento (Lc 15:11-32)

Judas é um exemplo para ilustrar o que é o Remorso – (Mt 27:3-5)

Outra coisa, Judas tinha um caráter deformado diante de Deus:
- Roubava o dinheiro que ofertado para suprir o Senhor e os discípulos, ERA LADRÃO. (Jo 12:4-6)
- Tanto que traiu o Senhor Jesus por dinheiro (Mt 26:14-15)
- Judas operou nos dons (Lc 9:1-6)
- Jesus disse: Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade (Mt 7:21-23)

            Por isso, meus irmãos:

– Aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado (1 Jo 3:4-10)
– Quem praticar as obras da carne não herdarão o reino de Deus (Gl 5:19-21)

Praticar:

- Fazer frequentemente, regra, fazer habitualmente, constante repetição.
- A pessoa que pratica o pecado, peca uma vez por semana, poucas vezes no mês, sem se deixar convencer do erro.

Cl 3.5-10 – Devemos fazer morrer a nossa natureza terrena;
1 Co 6.9-11. Pecadores não herdarão o Reino de Deus.

             Arrependimento é mais do que se desculpar por um erro cometido. É mudar de atitude.  É mudança da mente. O Arrependimento Cria uma Atmosfera para a Libertação.

            Exemplo prático do arrependimento do Rei Davi quando cometeu adultério com Bate Seba, quando embriagou Urias tentando ocultar sua paternidade (pois Bate Seba estava grávida de Davi), quando mandou matar Urias e quando tomou a mulher de Urias para si (veja tudo isso no livro de 2 Samuel, capítulo 11 e 12:1-23)

            Mas Davi se arrependeu dizendo:

“Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; e, segundo a multidão das tuas misericórdias, apaga as minhas transgressões. Lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado. Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Pequei contra ti, contra ti somente, e fiz o que é mal perante os teus olhos, de maneira que serás tido por justo no teu falar e puro no teu julgar. Esconde o rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável. Não me repulses da tua presença, nem me retires o teu Santo Espírito. Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário. Então, ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores se converterão a ti.” (Sl 51.1-4; 9-13)
Por isso, hoje, creia no Senhor Jesus, arrependa-se dos seus pecados e volte-se para o Senhor teu Deus é rico em perdoar e tem prazer na misericórdia.

Caso você, tenha tropeçado e caído em pecado durante a jornada da sua vida cristã, eu tenho uma palavra para você:

ARREPENDA-SE, CONFESSE OS SEUS PECADOS, OS ABANDONE e receba o perdão de Deus na sua vida, pois está escrito:

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 Jo 1:9)

“Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.” (1 Jo 2:1-2)

“O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.” (Pv 28:13)

Quando você passar por todo este processo, creia na palavra, creia no perdão, não olhe para os seus sentimentos, não se sinta mais culpado, creia que Deus é fiel e justo para lhe perdoar de todos os seus pecados e lhe purificar de toda injustiça.

Mesmo que você sentir que não foi perdoado, adore ao Senhor, agradeça ao Senhor pelo perdão dos seus pecados, pois a própria palavra de Deus diz que Deus é FIEL e JUSTO, para:

PERDOAR TODOS OS PECADOS
E TE PURIFICAR DE TODA INJUSTIÇA

E leia bem alto para a sua alma ouvir:

“Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga ao seu santo nome.  Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios. Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades.”  (Sl 103:1-3)

Abraços e fiquem na paz!

Pr. Isaias Barbosa
(Ministério Ouvir e Crer de Samambaia – DF)

Contatos: (61)8126-9741 (TIM) - (61)8550-8218 (Oi)
Email: isaiasbarbosa.com@gmail.com

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Oração em Línguas - Pr. Éber Rodrigues


A oração em línguas é a grande amiga daqueles que não querem recuar na fé, que persevera nessa prática, recebe sempre força pra continuar!!!

Orar em línguas não é uma atividade emocional, é espiritual portanto, é pelo exercer da fé que falamos em línguas p/ edificação pessoal!

Não tente sentir para orar em línguas pois não é por aí, é fé, simplesmente abra sua boca e dê expressão vocal à unção que vem lá de dentro! Seu homem natural tem uma língua natural, seu homem espiritual tem uma linguagem sobrenatural de oração, espírito para Espírito!

Se falar em outras línguas é uma atividade do seu espírito humano pelo poder do Espírito Santo, livre-se de depender do emocional pra falar!

É bom sentir quando falamos em línguas, mas é melhor ainda quando apenas cremos e deixamos fluir aquela linguagem sobrenatural!

Não é errado tremer, cair, gritar, ter manifestações quando falamos em línguas, errado é apenas falarmos quando temos essas manifestações!!! Paulo disse:"Orando em todo tempo no Espírito".Em todo tempo significa, dirigindo o carro, limpando a casa, tomando banho, etc, deixe fluir!

É impossível vc orar em línguas e ñ ter 100% de resposta, pois é o próprio Deus te dando as palavras pra dizer, ahhhh, Ele responderá mesmo!

Seu homem natural tem uma língua natural, seu homem espiritual tem uma linguagem sobrenatural de oração, espírito para Espírito! MERGULHE!!! Opere sua fé em todos os sentidos, principalmente em orar, orando no Espírito Santo, isso te edificará acima de qualquer problema....

Talvez vc ñ tenha aquela fé que gostaria pra remover montes do seu caminho,mas eu te garanto, Deus te deu fé pra orar no Espírito! TUDO MUDA. Se vc ñ tem fé pra agir sobre o sobrenatural como deveria,Deus providenciou uma linguagem de oração p/te ajudar a sair disso e viver só Nele. Não se condene por não ter uma grande fé, mas tenha fé pra se estabelecer em oração, a grande fé VIRÁ, AHHHH, COMO VIRÁ, DEUS É FIEL!

Os que desistem de tentar por si mesmos,no esforço próprio,e entram na escola da oração,hora após hora,sempre saem do outro lado vencedores!

O caminhar da oração no Espírito tem o poder de nos mudar por dentro, pelo processo da edificação, é impossível continuarmos os mesmos! Orar em línguas é orar em união com o Espírito Santo, Ele te unge, vc fala, Deus faz, vc recebe, a edificação vem, TUDO MUDA!

Seu servo e amigo no evangelho,

Eber Rodrigues (Ministério Ouvir e Crer de Goiânia)

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Todo Cristão tem Fé

Mc 11:22 - E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus, 23  porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. 24 Por isso, vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e tê-lo-eis. 25 E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. 26 Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas.


(Sete aspectos importantes sobre fé)


I - TODO CRISTÃO TEM UMA MEDIDA DA FÉ DO TIPO DE DEUS

V. 22 - E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus...

Tradução Alternativa: “Tende a fé de Deus”
Mesmo que você não tivesse a mínima idéia a respeito da língua grega, não deixaria de perceber facilmente que esta tradução está certa, porque Jesus acabara de demonstrar aos discípulos que ELE tinha aquele tipo de fé – A FÉ DO TIPO DE DEUS.

Mc 11:12 - E, no dia seguinte, quando saíram de Betânia, teve fome. 13 Vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. 14 E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isso. 20 E eles, passando pela manhã, viram que a figueira se tinha secado desde as raízes. 21 E Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, eis que a figueira que tu amaldiçoaste se secou. 22 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus,

Em seguida, no versículo 23, Jesus começa a descrever ou definir a FÉ DO TIPO DE DEUS.

            A fé do tipo de Deus é aquela que faz a pessoa crer em seu coração, para, então, dizer com a sua boca aquilo que crê em seu coração. Jesus explica que, nesse caso, acontecerá o que ela afirma ou diz pela fé.

            Este é o mesmo tipo de fé que Deus usou para criar os mundos no princípio. O Senhor simplesmente creu que aquilo que Ele dissesse aconteceria. O Senhor disse: “Haja terra”. E houve terra. Disse também: “Haja animais”. E houve animais.

            Tudo que existe aqui – o sol, a lua, as estrelas – foram criados por Deus quando ELE pronunciou a sua existência e creu que aquilo que dissesse aconteceria. O Senhor dizia uma coisa, e ela acontecia. (veja os seguintes textos: Gn 1:3-24; Sl 33:6; Sl 33:9; Hb 11:3). Ora, tudo quanto existe, exceto o ser humano, passou a existir porque Deus pronunciou a existência dela. ESSA É A FÉ DO TIPO DE DEUS.
  
Não peça fé em oração
  
O primeiro aspecto da fé que estamos estudando é que todo cristão já tem alguma medida desse tipo de fé. Você não precisa adquiri-la; não precisa orar, pedindo-a; não necessita jejuar a fim de obtê-la, nem prometer que se comportará melhor em troca dela. Você já a possui. Posso comprovar isso pela bíblia.

Rm 12:3 - Porque, pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não saiba mais do que convém saber, mas que saiba com temperança, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.

Aqui, Paulo não escreveu aos mundanos, mas aos cristãos. Note a expressão: “...a cada um dentre vós...”

            Não se pode estabelecer uma doutrina se não estabelecer a Palavra pelo menos pela boca de uma ou mais testemunhas:

Dt 19:15 - Uma só testemunha não se levantará contra alguém por qualquer iniquidade ou por qualquer pecado, seja qual for que cometer; pelo depoimento de duas ou três testemunhas, se estabelecerá o fato.

Mt 18:16 - Se, porém, não te ouvir, toma ainda contigo uma ou duas pessoas, para que, pelo depoimento de duas ou três testemunhas, toda palavra se estabeleça.
2 Co 13:1 - Esta é a terceira vez que vou ter convosco. Por boca de duas ou três testemunhas, toda questão será decidida.

1Tm 5:19 - Não aceites denúncia contra presbítero, senão exclusivamente sob o depoimento de duas ou três testemunhas.

            Então vamos confirmar que todo cristão tem uma medida da fé do tipo de Deus, através de pelo menos, quatro textos da Palavra de Deus:

Rm 12:3 - Porque, pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não saiba mais do que convém saber, mas que saiba com temperança, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.

     2 Co 4:13 - Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos,

      Ef 2:8 - Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus.

    Jd 1:3 - Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.

Não tome partido contra Deus

            Muitos cristãos colocam-se contra Deus, contra a bíblica e contra si mesmos sem perceberem isso. Não fariam dessa forma se soubessem do que se tratava. No entanto dizem que não tem fé. Assim vão contra Deus, pois, quando dizem que não possuem fé, declaram sem perceber: “Deus, Tu mentiste para mim”.

            A Palavra de Deus é o próprio Deus falando. Deus e Sua Palavra são a mesma coisa. Deus e a Sua Palavra são um.

            A Palavra de Deus diz que você tem fé. Veja o final do texto de Rm 12:3

            “...conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um...”

            A Palavra de Deus diz que você tem a medida de fé do tipo da que Deus criou o universo, daquela que remove montanhas.
  
Por que a fé é tão importante?

1.      Você não pode ser salvo sem a fé (Ef 2:8)
2.      Sem fé não existe nenhuma possibilidade de você agradar a Deus (Hb 11:6);
3.      A Palavra nos ensina que devemos andar por fé e não por vista (2 Co 5:7)
4.      Devemos travar o “Bom Combate da Fé” (1 Tm 6:12)
5.      Temos o “Espírito da Fé” (Duas Co 4:13)

Neste último texto, Paulo afirma que TEMOS, e não estamos tentando, esperando, orando ou lutando para obter o espírito da fé. Esse é o mesmo espírito da fé a que Jesus se refere em Mc 11:22-24, especialmente, no versículo 23.

 FALE EM VOZ ALTA:

         SOU CRENTE. NÃO TENHO DÚVIDAS. TENHO UMA MEDIDA DA FÉ DO TIPO DE DEUS, DA FÉ QUE CRIOU OS MUNDOS NO PRINCÍPIO. POSSUO UMA MEDIDA DA FÉ QUE REMOVE MONTANHAS.
  
            Escute a sua voz, repetindo muitas e muitas vezes até ser gravado no seu espírito. Uma vez que a Palavra de Deus penetrar no seu espírito, no seu coração, controlará a sua vida.


Estudo (adaptado e resumido) do Livro: 

"Fé que remove montanhas" - Kenneth Hagin (páginas: 7 a 34)


Visite também a nossa página no Facebook: Ouvir e Crer Samambaia

Abraços!

Pr. Isaias Barbosa